Intolerância a Lactose.

19 de novembro de 2018

Há mais de 7.500 anos, surgiram os primeiros grupos consumidores de leite na vida adulta, devido à domesticação dos animais. Dessa forma, é possível entender que o consumo de leite é comum entre os homens há um bom tempo e aqueles que desenvolverem a capacidade de digerir esse alimento, tiveram mais chance de sobreviver e repassaram essa capacidade aos seus descendentes. Esse fenômeno é conhecido como seleção genética de indivíduos capazes de digerir a lactose.

A lactose é o principal açúcar do leite, que precisa ser digerida pela lactase, enzima produzida no próprio intestino humano. E é essa capacidade de produzir a enzima lactase que foi determinada geneticamente e por isso, até hoje alguns indivíduos podem produzir de maneira insuficiente ou até mesmo não ter a produção de lactase no intestino, o que resulta em má absorção ou intolerância à lactose. Sintomas como diarreia, cólica, distensão abdominal, náuseas e gases podem aparecer nessas pessoas logo após o consumo do leite. Esse fenômeno é mais comum na idade adulta e com o avançar da idade existe também uma tendência natural ao desenvolvimento da intolerância.

Por isso não se assuste se você sentir algum desconforto ao tomar leite e nem deixe de consumir esse alimento tão rico. Graças aos avanços tecnológicos é possível ingerir leite com a lactose já digerida. Nesse tipo de leite, a enzima lactase (idêntica a aquela que é produzida no intestino) é adicionada durante o processo de produção do leite e quebra toda a lactose, dando origem ao LEITE SEM LACTOSE.

O leite sem lactose possui o mesmo valor de nutrientes que os outros tipos de leite, com a vantagem de ser de mais fácil digestão.

Além disso, atualmente existem diversos produtos desenvolvidos para indivíduos intolerantes à lactose, assim como a Linha Zero Lactose da Italac que é composta pelos seguintes produtos: Leites, Creme de Leite, Leite Condensado, Bebida Láctea sabor chocolate, Doce de leite e Queijo mussarela.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

SBAN. A importância do consumo de leite no atual cenário nutricional brasileiro. 2015.
Lordan, R.; Tsoupras, A.; Mitra, B.; Zabetakis, I. Dairy Fats and Cardiovascular Disease: Do We Really Need to Be Concerned? Foods 2018, 7, 29.
Dougkas, A.; Reynolds, C. K.; Givens, I. D. Elwood, P. C.; Minihane, A. M. Associations between dairy consumption and body weight: a review of the evidence and underlying mechanisms. Nutrition Research Reviews (2011), 24, 72–95.
Abreu, S.; Santos, R.; Moreira, C.; Santos, P. C.; Vale, S.; Soares-Miranda, L.; Mota, J.; Moreira, P. Milk intake is inversely related to body mass index and body fat in girls. European Journal of Pediatrics, May 2012.

Compartilhar

Italac é a marca de lácteos mais escolhida pelos consumidores brasileiros.

O que é Leite UHT? Mais conhecido como leite de caixinha.